FANDOM


Ava111.jpg


Milo di'Loriën é um quadribolista nascido na cidade de Madrid. ( 10 de novembro de 1990 ). Passou por muitos clubes e hoje tem contrato com o Helsinky, reside na Finlândia e atua pela Seleção. Sua posição de origem é apanhador, mas mostrou que tem facilidade com os balaços.

Um jogador considerado jovem, embora já tenha passado por diversos tipos de pressão no mundo do quadribol profissional. Nasceu em Madrid, e saiu de Paseo de la Castellana para residir em San Petesburgo, na Rússia, pois seu pai estava á serviço do Ministério da Magia da Rússia. Lá conheceu o quadribol com mais afinco, e um dia foi convidado a fazer um teste no Gudsmundsdóttir Q.C., um time local, que havia conseguido uma vaga na Supercopa de Clubes. Milo passou no teste com resultados aceitáveis, não era um exímio apanhador, de começo. Sua estréia deu-se frente ao Chelsea no Tvedestrand Arena, onde mostrou-se um jogador que poderia vir a ser uma das grandes promessas do quadribol.


"Início da Carreira - Gudsmundsdóttir Q.C"Editar

Após ter passado nos testes do clube russo, Milo entrou em uma sequência de treinamentos diários e com intensidade acima do normal, devido a sua falta " base ", de movimentos primórdios no quadribol. Jogou seu primeiro jogo contra o Chelsea, onde abateu o apanhador adversário com tanta facilidade, que muita gente questionou depois, se Milo era verdadeiramente habilidoso, ou se o londrino era despreparado. Ao decorrer da supercopa, por falta de experiência, foi substituído e assitiu alguns jogos do banco de suplentes, um desses jogos, jogou apenas o primeiro tempo, foi onde conheceu Drake Gallagher.


"Seleção Espanhola e Treinamento com Drake Gallagher"Editar

O jovem já era considerado uma promessa no quadribol, muito novo, mas isso não o impedia de mostrar suas

Ava208.jpg

Milo, Sebastian e Drake comemorando a captura do segundo pomo no TLA.

habilidades, embora não tivesse uma sequência perfeita, falhando em alguns momentos. Conheceu Drake Gallagher, artilheiro do Real Madrid Club de Quadribol, time que seu tio David, era o presidente. Drake ofereceu treinamento á Milo entre a pausa da Supercopa e um torneio de amistosos que ocorreria em Los Angeles; Drake que foi o apanhador da Seleção Espanhola na LIQ do mesmo ano, tinha algo a passar para Milo. O treinamento deu seguimento, e a primeira surpresa, a RFEQ o convocou para atuar pela seleção no TLA, a federação espanhola alegou que o torneio por ser de amistosos, iria servir para aprimorar as habilidades do jovem. Seu primeiro jogo foi Alemanha x Espanha, onde a Espanha perdeu o primeiro pomo, foi então que Miguel Del Bosque resolveu apostar em Milo para o segundo tempo. Teria que abater o apanhador alemão Robert Werkhäuser, algo quase impossível pela fase do mesmo, e milagrosamente o apanhador espanhol apanhou o segundo pomo, levando o jogo para a prorrogação, a fúria estava com chances de vencer, mas o pomo da prorrogação foi para a Alemanha e a RFEQ entrou em crise.


"Copa Mundial de Quadribol e Proposta Galática"Editar

Depois da catástrofe que foi o Torneio de Los Angeles para a Seleção Espanhola, o jovem di'Loriën prosseguiu em treinos com Drake Gallagher, e demonstrava muita dedicação e determinação para ser um grande jogador de quadribol, Drake investia bastante na velocidade do rapaz, que parecia aumentar á cada dia. A Espanha não jogaria a CMQ por estar resolvendo problemas burocráticos, e Milo recebeu uma proposta da Seleção Italiana, e foi incentivado por seu tio David di'Loriën para aceitar a proposta, para ganhar ritmo de jogo, pois o Real Madrid Club de Quadribol voltaria, e Milo voltaria para suas origens depois de tantos anos. Seu primeiro jogo seria contra a Áustria, porém a seleção austríaca não compareceu e a Itália saiu vitoriosa por Walk Over. Seu segundo jogo seria contra a Alemanha, que tinha uma sequência e números surpreendentes, enfrentaria de novo Robert Werkhäuser, e assim o fez, capturando o primeiro pomo para a seleção italiana, enquanto a Alemanha passava por cima dos italianos nos gols e nos balaços, porém no segundo tempo, Milo foi totalmente anulado pelos batedores alemães e Revan Dunker capturou os outros pomos, dando a vitória para a Seleção Alemã.


"Real Madrid e Salto Para o Topo"

Ava160.png

Após a Copa Mundial de Quadribol, Milo retornou á Madrid, onde encontrou seu primo Bernardo e fechou um contrato no valor de 15.000 galeões com o clube madridista, receberia 5.000 por mês e sua multa eram 115.000 galeões. Milo recebeu a lendária camisa blanca, e atuaria com o número sete, o Real Madrid tinha uma infraestrutura de primeiro mundo, e uma grande confiança e pressão lhe foi concedida, deveria levar a equipe ao título inédito. Sua velocidade havia se tornado algo de outro mundo, estava entre os três apanhadores mais velozes do planeta, o que não significava eficiência, não mesmo. Atropelou quase todas as equipes, exceto quando foi parado por balaços, e frente aos Heidelberg Harries. Mas até o presente momento, seu melhor e mais explendoroso jogo ficou neste campeonato, onde o time galático ja não tinha mais chance de sagrar-se campeão, mas deveria garantir a medalha de prata, o Real Madrid enfrentaria o AKS e a diferença de saldo era pouca, um pomo pego pelo clube sueco colocaria o Real Madrid em terceiro lugar. O time merengue estava debilitado, atuando com alguns reservas e jogando no contra-ataque, Milo era a única esperança, a equipe segurou o jogo e sofreu apenas três gols, Milo mostrou que pode estar entre os melhores do mundo e apanhou os dois pomos, deixando o jogo 150 x 30 para a equipe da capital espanhola. A torcida sueca tem certa raiva de Milo pelo comentário que fez após o jogo e passar pelo banco sueco. " Sua época já passou "


"Olimpíadas e o Primeiro Título"

Ava212.jpg

Bernardo em pé e no canto direito Milo esperando o capitão erguer a taça.

Muito tempo passado desde o Torneio de Los Angeles, a RFEQ utilizou suas econômias para se reestruturar, trazer bons nomes e refazer o nome da Seleção Espanhola, que é uma das maiores seleções do quadribol. O próximo campeonato seriam as Olímpiadas de Gales, onde a Espanha havia inscrito sua delegação para a disputa. A Seleção Alemã entrou em hiato e a RFEQ entrou em ação, fazendo propostas para a maioria dos germânicos, propostas de valor alto e aquilo poderia zerar os cofres da La Roja, mas era tudo ou nada. Os alemães fecharam contrato e se naturalizaram, o time estava completo e estava pronto para a ação. Milo foi inscrito pelo técnico na modalidade caça ao pomo, e disputaria a modalidade quadribol. A RFEQ teve um problema na hora das inscrições e algumas modalidades ficaram sem inscrição, o que dava vantagem para as outras seleções no quadro de medalhas. As Olímpíadas tiveram seu início e Milo apanhou o pomo da primeira partida, depois havia sido passado para Batedor Defensivo, e como não tinha o ritmo perfeito, ficou á assistir seus companheiros e treinar com intensidade. Até que entrou no segundo tempo do terceiro jogo, e como Leonel (técnico) previa, Milo conseguia defender dois jogadores á queima roupa, sua velocidade ainda era a mesma. Disputou a caça ao pomo junto de Andher Stanford e Drake Gallagher, mas conseguiu apanhar apenas dois pomos e ficou com a medalha de prata. em seguida foi ao Millenium Stadium enfrentar a Seleção Sueca, seria o batedor defensivo titular, sofreu 12 balaços em 39 minutos, até que sofreu uma lesão ao rebater um balaço de mal jeito, e Revan Dunker entrou em seu lugar na prorrogação. A Espanha sagrou-se campeã do Quadribol e Milo recebeu o prêmio de jogador quebra-galho. Os germânicos foram peça chave na conquista.

"Liga Internacional de Quadribol e Reconhecimento Mundial"Editar

Ava207.jpg

Milo erguendo a taça da LIQ. Havia sido reconhecido no mundo.


A ótima campanha nas Olimpíadas trouxe de volta á alegria de acompanhar o quadribol nas cidades espanholas, a RFEQ renovou o contrato com todos os jogadores e Milo ja era um ídolo na Seleção Espanhola e no Real Madrid. O time era extremamente sólido e era o favorito para vencer a Liga Internacional. Embora fosse apanhador de origem, ainda foi mantido como Batedor Defensivo pelo técnico espanhol Leonel Maximilliano. Seu primeiro jogo foi contra a China, onde não sofreu nenhum balaço, uma exibição perfeita. A Espanha seguiu massacrando todos os adversários até ser campeã em cima da seleção sueca, vencendo por 210 x 040. A Seleção Espanhola quebrou todos os recordes, tanto como os individuais como os coletivos, fazendo a melhor campanha da história de todas as LIQ's. Juntamente com os alemães, os espanhóis se tornaram notícia no mundo bruxo, a Espanha havia voltado para o topo e era bi-campeã da LIQ. Milo recebeu o prêmio de melhor batedor defensivo, sofrendo apenas 11 balaços em 3 jogos.


"Supercopa de Clubes e Queda de Rendimento"

Ava308.png

Milo em seu último campeonato pelo Real Madrid

A Liga Internacional foi um grande campeonato para o jogador que parecia estar prestes a engrenar uma fileira de troféus, porém houve um pequeno freio no seu desempenho. Após o fim da relação Espanha/Alemanha, o espanhol optou por permanecer em Madrid com seu primo Bernardo, ao invés de se transferir para o Heidelberg Harries como era especulado. Participou de um grande treinamento e uma pré-temporada puxada, estava bem fisicamente e mentalmente. O primeiro jogo foi contra o Shamrock Rovers, Leonel optou por usar sua velocidade nos pomos e assim o fez, Milo capturou os pomos com facilidade e deu a vitória para o Real Madrid. Mas não foi assim nos jogos seguintes, apanhou um pomo contra o Barcelona mas perdeu o segundo, tinha perdido forma física e estava com pouco estabilidade, o que fez Leonel o trocar de posição, deixando-o como Batedor Defensivo e Drake Gallagher como apanhador. No decorrer do campeonato sua atuação não foi das piores, ficou em segundo no ranking de batedores defensivos e amargurou o prêmio individual de jogador quebra-galho. Jogou a final como apanhador, mas foi batido pela revelação do campeonato e emplacou mais um vice com o time merengue.


"Copa Mundial de Quadribol e a Conquista do Mundo"

Ava309.jpg

Imagem Finlândia x Suécia ( Final da CMQ,2012 )

Após uma atuação regular na Supercopa, Milo ficou um período sem jogar oficialmente, retornando aos campos em janeiro de 2012 para a Copa Mundial de Quadribol, atuando pela Seleção Finlandesa, após o fim da RFEQ. Jogaria como apanhador, havia muita expectativa sobre o jogador e a pressão era evidente, devido a força do time formado pela diretoria. O primeiro embate foi frente a China onde capturou o primeiro pomo e deixou o segundo passar por um deslize, estava muito rápido e acabou voando mais rápido do que esperava passando pelo pomo sem conseguir capturá-lo. E por azar, assim também ocorreu na prorrogação, saindo do campo derrotado embora ainda mantivesse tranquilidade, e com razão. A Finlândia emplacou vitórias seguidas e um desempenho brilhante marcada por capturas extraordinárias de Milo. Foi o vencedor de seu ranking antes mesmo do fim da competição, possuindo o dobro de pomos que o segundo colocado. Venceu a Suécia na final e foi eleito o melhor jogador. A Copa Mundial de Quadribol foi o melhor campeonato de Milo.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória